Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Deadpool 2 - Crítica

Deadpool 2 consegue uma grande façanha. O filme do super-herói mais politicamente incorreto do cinema é muito mais que uma trama saltitante, violenta e debochada regada em humor bem escrito. A sequência consegue apresentar uma história muito bem azeitada que envolve perda, vingança e redenção. O diretor David Leitch, um ex-dublê, captou inteiramente a essência do personagem da Marvel. Ele entendeu que a alma de Deadpool é Ryan Reynolds. O ator canadense, de 41 anos, um hábil comediante, confirma que esse é o papel da sua vida. E também como roteirista, não há dúvida de que Reynolds é, desde o primeiro sucesso nas bilheterias em 2016, o grande artífice dessa galhofa e metalinguagem da indústria do cinema. Na trama, Wade/Deadpool está vivendo uma lua de mel com a amada Vanessa (Morena Baccarin) e intensa luta contra os piores criminosos. Um acontecimento vai mudar radicalmente a saga de Wade. No caminho, ele encontra o menino mutante Russell (Julian Denisson) que com poder de fogo nos …

Últimas postagens

Acertando o Passo - Crítica no JB

A Noite do Jogo - Crítica

O Parque - Crítica no JB

Construindo Pontes - Crítica no JB

Aos Teus Olhos - Crítica no JB

Uma temporada na França - crítica no JB

A Livraria é tema de debate no Reserva Cultural

PROJETO FLÓRIDA - Crítica

Retrospectiva Visconti no CineSesc SP

A Forma da Água - Crítica